terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

PRAIA DESERTA




Em terras distantes
Onde o sol queima
Numa praia deserta
Meu pensamento voa
Para um beijo deixar

Águas calmas
Juntam-se às areias mornas
Como dois corpos
Sedentos por amar

Brisa ligeira
Vem soprar de mansinho
Como carinhos teus

Cabelos esvoaçando
Parecendo aves em voo
À procura de abrigo

Numa praia distante
Em terra deserta
O sol beijou o mar
Em mim…

1 comentário:

  1. .

    A mulher amada nos lábios do amado
    afoga-se em torrentes de paixão...
    e os beijos ardentes a resgatam para
    a vida, numa praia deserta de uma terra
    distante...

    Boa noite, Fátima d'além mar
    De um poeta, de uma terra distante
    encantado com os seus versos

    ResponderEliminar