sábado, 7 de janeiro de 2012

(==)




…”Sentada na relva
Com que prazer sinto as folhas a cair
Tocando no meu rosto
Parecem beijos e carinhos teus!”…

RETRATOS




…”Retratos de palavras caladas
Que transbordam sentimentos vividos
Nas distâncias perdidas

Retratos molhados
Por lágrimas que rolavam
De uma saudade presente

Retratos amarelecidos
No relógio do tempo
Um passado voltado para o presente
Levado pelas nuvens do futuro”…

QUANDO EU MORRER...



Quero de ti
simplesmente
um beijo eterno
teus olhos
postos em mim
porque eu estarei
já a velar por ti

Não me dês flores
em nome do nosso amor
...Elas murcham

Acaricia meu cabelo
com o toque suave
das tuas mãos
porque a minh'alma
vai vibrar de emoção

Sorri para vida
meu amor
não quero as tuas lágrimas
porque um dia
iremos encontrar
o paraíso do Éden
para o nosso Amor sem fim

Não me digas Adeus
Serei o teu Anjo da Guarda
quando eu morrer...

MÚSICA À LUA




Hoje quero cantar só para ti
Lua dos meus encantos
Em céu sem estrelas

Teu luar brilha mais
Enfeitiça minha alma
Em acordes imaginários

Voa até mim
Numa música suave e doce
Pois sinto o afago aquecer
Meu triste coração

Perdida
Algures na minha solidão
Transformo lágrimas em músicas
Com luar de ternura e carinho
No sonho dos teus beijos…

BRISA QUE PASSA




…”Recordações que o mar nunca levou
Mas que minha alma guarda
…Brisa mansa que toca em meu rosto
Lembra carinhos teus!”…

(...)




…”Vendo as folhas do Outono caírem
Há um olhar e um sorriso
De Primavera a espreitar”…

FAZER POESIA



Escrever pensamentos
Uma dor de alma
Sentimentos
Angustias bloqueadas

Transpor para a escrita
O que por vezes não conseguimos falar

Alegrias
Tristezas
Invasão de espaço
Um elogio
Um amor
Carícias
Beijos
Um dizer que sim
Ate mesmo um Não
Indecisões
Mostrar que estamos presentes
Mesmo que longe
Raivas
Ódios

Atirados ao ar
Que todos lêem
Pensando ser para alguém
Sendo apenas um desabafo
Ou apenas uma poesia
Na mente imaginária
De um poeta…

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

BOLAS DE SABÃO




…”Tristezas…
Voem com os ventos
Como bolas de salão
E fiquem sorrisos doces”…

«=»



…”Escrevi o passado
Na areia da praia junto ao mar
Para que ele levasse para bem longe
E ficar apenas a saudade”…

MEU CORPO


Com toques suaves
te delicias
suavemente em mim

Quanta música
pela ponta dos teus dedos
percorrendo
o teclado imaginário
existente

Um Danúbio Azul
onde àguas deslizam
calmas
serenas

Um Baile dos Cisnes
sentindo a leveza
do voo do desejo

Um Beijo Roubado
doce e terno

E porque não I have a dream
em tons suaves
mas tambem graves
mostrando o querer do sonho

Ou como Chico Buarque diz:
Chega de saudade
porque mata aos poucos
quem ama tanto
tanto desejo
querer
em tanta música
no meu corpo...

GOTA DE ÁGUA




Uma gota de água cai
Em cima de outras gotas

Por entre o verde das árvores
O céu está limpo
O sol quente

Uma pedra
Dura e densa
Cai na poça
Espalhando pingos à volta

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

MULHER AO NATURAL


Descompliquem
o que nada há de complicado
no simples corpo de uma Mulher

Na sua nudez
nos seus afagos
caricías
faz criar desejos
quereres

Um voar na louca imaginação
onde beijos
que linguas que se trocam
se envolvem
num deslizar na pele suave
com perfume de rosa

Estimula sentidos
com respiração
que acelera

Um despertar
voraz de fera
mas com suavidade
que nao quer perder
esta mulher simples e natural...

ESTENDE TEUS BRAÇOS


Estende teus braços
acolhe-me
aquece-me
entorpece-me
protege-me
faz-me viver.

Olha-me com carinho
olha a minha alma
escuta o meu olhar
Sente a canção do meu peito
olha o frio do meu leito
vê o vazio em que está
Beija-me o beijo da vida
dá-me o teu ar.

Faz-me sonhar teus sonhos
e realiza os meus.

Traz o meu sorriso
e aquele olhar apaixonado
que tu levaste
Guarda meu coração
e deixa-me guardar o teu

Grita que me amas
que me queres
que me tens
Sê meu dono
meu amo
meu amor

ÁGUA PURA




…”Como é bom sentir a roupa molhada
Da maciez da água límpida
Como se lavasse a alma das angústias
E feridas ainda por sarar”…

PENSANDO



…”Olho para o espaço vazio
Recordando tua ausência
Que pela janela aberta
…Entra em brisa de saudade!”…

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

SABORES




Cálice da paixão
Amor ardente
Em desejos ansiados
Por tempo errante
De vãs quimeras

Taça de vinho
Por degustar
Na brisa suave e doce
Onde o querer eleito
Semeia em ardor

Sabor intenso
De profundo amor
O céu tem estrelas mais brilhantes
Em quentes noites

Voam pensamentos
Em puro deleite
Com sensação de saudade…

LÍRIOS DO CAMPO




Toco em meu corpo
Suavemente

O xaile que tapa
Vai caindo lentamente
Como pétalas de lírios do campo
Sobre a brisa que passa

Olho meus ombros nus
E sinto a maciez da pele
Que em palavras mudas
Vou calando os sentimentos
Espalhados pelo chão…

AMOR DA INOCÊNCIA




…”Oh doce espelho da inocência
Com que vais abrindo os trilhos
No mais puro e angélico amor
Aos olhos de uma criança”…

SONHOS DE SAUDADE




…”Em sonhos de solidão
Transponho barreiras de alegria
Num hino à felicidade
… Com a alma cheia de saudade!”…

FOLHAS MAL TRAÇADAS




Pouso minhas ideias
Sobre as folhas escritas
Em rascunhos
Tracejadas, inventadas
Recordadas
Levadas pelos ventos
Mas que quero rasgar

Folhas banhadas por minhas mãos
Como rios escuros escritos
Atadas num nó apertado
Que desaperto em pensamentos
Em cruzar dedos e lágrimas sangrentos
Com tempestades de pó

Folhas de desapego
Em becos lamacentos
Que as amarrotei para esquecer
Das linhas mal traçadas

Folhas do meu profundo ser
Em que navego nas nuvens do sul
Na procura do calor do meu sol…

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

FRIO LEITO




…”Descanso meu corpo nu
Em pensamentos de prantos
Fria pedra será o leito
Na distância longa ardente
Dos ventos de tanta saudade”…

POUCO/TUDO




…”Deixas um sabor a pouco
Dos teus beijos cor de fogo
Quão doces lábios meigos
Na minha boca sussurram

Palavras mudas
Olhos que vêem fechados
Um desejo de querer
Do nada a ser tudo
Quando nossas bocas se unem”…

SIMPLICIDADE




Toque suave na pele
Como em pétalas de orquídeas
De branco amanhecer

Singelo na alma desponta
Em tão doce candura
Como panos que cobrem
Tua alvura paixão…

CHUVA DE ESTRELAS



…”Reguei com chuva de estrelas
Flores de pensamentos, numa noite de luar
Aconchegada numa nuvem vinda de ti”…

(......)



…”As searas ondulam loiras ao sol
À espera das palavras nas mãos que as afaga
De sílabas em bocas caladas
Com poemas no calor da brisa”…

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

SENSAÇÕES



Trilho de pétalas
Para vaguear
Por mãos que anseiam
Num tocar de odores
Que subtilmente se misturam
Nos pensamentos de desejos
Em realidades dos sonhos

Fragrâncias de ter
Sensação de ser
Um corpo de sede
De paixão saciada…

LÂMINA




Meu corpo nu
Fala com uma alma
Onde trespassam sentimentos
Como a fina lâmina da espada

Golpes profundos
Fazem esvair feridas de luz
Num silêncio suave, doce

Lágrimas nuas cheias de nada
Desabrocham num olhar vazio
De um sonho perfumado…

ALMA DE ANGÚSTIA



Lembranças de ti
Um tempo que eu invento
Em tempestades
Clarões, raios

Parem vendavais
Assombram minha existência
Minha imagem calma
Reflecte a alma de angústia
Em olhos que já não choram

Sonhos de um imaginário
Que caminham em trilhos do pensamento

===




…”Através das nuvens
Meus pensamentos voam
Ultrapassando barreiras
E criando pontes …até junto a ti”…

{...}




…”Ao olhar para o luar
Vi uma estrela de brilho mais intenso
Murmurando baixinho
…Os desejos pedidos à Lua
São sempre consentidos”…

SONHOS




…”Mocho que espias minhas noites
Em sonhos os ventos te levam
Caminho em águas calmas
Nuas de luz
Vestidas de flores”…

domingo, 1 de janeiro de 2012

VONTADES




Voa
Vem comigo voar
Abre os teus braços
Segura meu corpo junto ao teu
Voemos no mundo da fantasia

Em prazer
Nossos desejos terão forma
Sentindo-nos unidos
Sem nada falar
Apenas os olhos fecharem

Um mundo nosso
Além do que possa existir
Os quereres deambulam
Mesmo em noites de solidão
Para que o sonho deixe de o ser…

(...)




…”Quando se olha a vida a dois
Os olhares nunca se cruzam
...Nem mesmo a ver um pôr-do-sol”…

SEDE




…”Gota a gota
Sacias tua sede no orvalho da manhã
Assim vou eu matando a ânsia
Em palavras que escrevo
Dos pensamentos que sinto”…

PERDIDA




…”Atrás de umas grades
Ou num Universo perdido
Há sempre uma estrela
…um pensamento de ti!”…

VISITAS


NÚMERO TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA
14.000.....desde MAIO/2011.....Agradeco a todos!!!!

LUZ E CALMA




…”Palavras e luz
Que se entrelaçam fortes
Mas que transmitem calma
Mesmo distantes
O vento leva suavemente”…

CHUVA




…”Ah como é bom
Sentir a chuva a cair
Colar nossa roupa ao corpo
Fazer extravasar prazer
Mesmo sem falar
A alma murmura por nós”…

LEVO...




…”Levo aos ombros
Esperança de mim
Realidades e desejos
Transformados…
Em girassóis de Vida”…

ESPERANÇA




…”Balão dos meus desejos
De vontades e quereres
Voa bem alto
Nos ventos rasgando barreiras”…