sábado, 18 de fevereiro de 2012

ARDOR DO ENCANTO




Tira
Roupa que cobre
Meu corpo nu

Entrelaça
O calor do abraço
Na alma despida

Sente
A fragrância da pele
No toque suave

Sussurra
Corações em descompasso
De dois corpos colados

Beija
Pedindo sem palavras
Roubando sentido

No ardor do encanto
Rompem inquietos
A vontade de querer mais
Esquecendo a roupa caída no chão…

CORPO EM DESALINHO




Corpo deitado ao relento
Despido em sentimentos
Num querer tocar na distância
Perdida nos braços da ausência

Rolam frutos da paixão
No sossego de uma alma
Que roga a presença
Num desejo contido
Como gritando teu nome

Corpo em desalinho
Onde há soluços baixos
Que ecoam num coração
Inundado de desejos
No mais profundo amor…

FLUTUAR DO OLHAR



Meu olhar fala
Sentimentos à distância
Através de nuvens
Levadas pelos ventos

Sinto voar
Entre palavras não ditas
Sentidas numa alma calada

Firmamento
Onde navegam pensamentos
Em querer chegar mais além
Retirando sombras
Tristezas

Que meu coração
Solte as palavras contidas
Sentidas no olhar
No profundo sentimento
Do teu querer…

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

PALAVRA SENTIDA




Ares de Outono sorriram
Ao calor de um abraço
Folhas dançam com a brisa
Por entre os ramos da vida

Perfumados num beijo
De presente união
Quanto desejo, pura magia
Faz vibrar o coração

Quantos sonhos
Tantas saudades
Se guarda dentro da alma
O tempo passa ligeiro
Com ânsia de voltar a ter

Abraços
Carícias
Beijos
Um colo para ninar
Acordar dizendo sentido
A palavra AMAR…

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

FUSÃO




Dá tua mão

Nossos corpos nus
num querer
em desejo
vão-se fundir
Num só

No entrelaçar
de sussurros
beijos incontidos
há um vibrar
estonteante

Chega a ser loucura
vivida a dois

Saboreando cheiros
um deleitar
de sensações
para lá do presente

Momentos profundos
De silêncio
Em olhares que falam
Mãos que sentem
O vibrar em calor
Num beijo dado…

SÓ MAR




Mar
Teu horizonte
Em ondas calmas
No silêncio da alma
Vem até à areia da praia

Desfaz-se a espuma
Como encanto
No desencanto de sonhos
Em abraçar teu canto alegre
Num só desejo tido

Não importa o tempo
Onde se calará profunda dor
Na espera da vontade
Sobre o vento que passa
Ou um grito de saudade

Mar imenso
Levaste e não trouxeste
Olhares que tudo diziam
Despida num aceno
Em lágrimas por instantes
No júbilo de nova chegada…

DOCE PAIXÃO




Suaves
bocas que se colam
línguas se entrelaçam
dedos que percorrem
caminhos escondidos

Corpos que se colam
olhares que cruzam
pedem mais

Homem assinalando
em cheiros
suores
sabores

Mulher em seu cio
querendo mais
cruzando pernas
peles macias

Beijos
percorrem corpos
em sussurros
gemidos
até ao cansaço
numa plenitude
sentida a dois...

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

AMOR E PAIXÃO




Bocas juntam-se
Corpos colam-se
Mãos vão explorando
O amor vai chegando

Aqueles beijos prolongados
Queridos e ansiados
trazem os prazeres desejados
Beijos de parar a respiração
provocando intensa atracção

Ondas seguidas
de prazer, ardentemente sentidas

Aquela forte sensação
Quão enorme desejo
Revela uma paixão desmedida
mutuamente concedida

Beijos apaixonados
deixando extasiados
com vontades repetidos
em prazeres ainda não sentidos

Revelando a paixão interior
tão cheia de sabor

Beijos quase desesperados
deixando os amantes transtornados
Beijos agora desejados
tão gostosamente sonhados

Corpos que se desejam
ardentemente se colam

Beijos que com arrepios são lembrados
Ternamente evocados

Amores de paixão
Mas que deixam recordação
Dum momento tão louco e bom

Um doce carinho no corpo
um beijo prolongado…

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

DESEJO QUENTE



Nosso amor é quente
Não importa o lugar

Existe um provocar mútuo
que eu quero
Tu desejas

Paixão que se cruza
Num olhar de soslaio

Acarinho-te suavemente
Teus dedos provocam arrepios
Pernas te entrelaçam
Sentindo vibrar
Beijas
Mordendo lentamente
A tensão aumenta.

Eu e tu
Tu e eu
O desejo é maior

Sente-me como eu sou
No meio deste calor
Num encaixe perfeito
Para a prova
Do desejo escondido

Palavras não existem
Onde os olhares falam
E bocas provam sentidos
Do fogo desejado…

OBRIGADA!





OBRIGADA!!!!

NÚMERO TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA DO MEU BLOG
19.000...desde Maio/2011

MEDITAR




Medito em ti
Em sentimentos

Palavras soltas
Contidas
Num expressar
De um querer
Um desejo

Somos dois a conter
Reprimir almas
Num lutar
Desabafando
Com lágrimas a rolar

Esperamos…

Meu pensamento voa
Leva asas de doçura
E um calor
Que me deixa fria

Queria-te aqui
Ao meu lado
Acolhendo
No teu calor de abraço

Mas medito
Em ti...

domingo, 12 de fevereiro de 2012

PREVEJO




Que saudades de um passeio
Na distância do desejo
E voas até mim
Trilhando as barreiras da mente

Sinto e prevejo tua vinda
Pescando os ventos que chegam
Nas redes dos meus braços

Raios de sol aquecem teu abraço
No ondular dos corpos em mar calmo
Um beijo suave e lento
Como espuma das ondas deslizando na areia da praia

A brisa passa em meu redor
Branda e mansa
Nas redes dos meus braços
Sussurrando carícias tuas…

FRESTAS NA JANELA




Corpo
Que ao raiar da luz
Espera na ânsia
Tua presença

Corpo
Calando sentindo
Uma dor no peito
Interioriza um grito
Sem ouvir o eco

Corpo
Frestas nas janelas
À luz da penumbra
Recortando desejos
Num colar de vontades

Corpo
Braços que se esticam
Guardando no silêncio
Palavras mudas
Que nem luz a faz falar…

FIM DE TARDE




Olho para o céu dourado
No silêncio do entardecer
Se me traz noticias tuas
Pois a saudade é tão forte
Calada dentro do peito

Divago na imaginação
No aperto de um abraço
Mas ele é só meu
Não tem o calor do teu sentimento

Sentir o leve compasso
Acelerado do coração junto ao meu
Com olhares profundos, meigos
Pedindo os nossos beijos
Em desalinhar de cabelos

Céu dourado de fim de tarde
Não matas minha saudade
A brisa corre devagar
Sem noticias para me dar