quarta-feira, 13 de março de 2013

CONSEGUIR VOAR




Faço montes na areia
Numa praia por inventar
Olhando o mar no horizonte

Deixo que meus pensamentos voem
Na brisa suave que passa,
Como pétalas perfumadas de sorrisos
Que vogam nas ondas mansas

Quero voar também
Ir para terras distantes
Levar a esperança na alma,
Alva, como a espuma do mar

Deixem-me conseguir asas
Nos desejos e vontades
E soltar meus desejos
No deleite de uma praia qualquer…


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC
Fotografia de : Bruno Caratão

Sem comentários:

Enviar um comentário