domingo, 3 de março de 2013

VINHO DE PRAZER




Vem comigo, amor
Deliciar-mo-nos
No vinho do nosso prazer

Taça de amor
Degustada em desejos
Em desejos ansiados
De vãs ilusões

Taça de vinho
Para saborear
Em tempo suave e doce
Onde a vontade escolhida
Semeia ardor

Gosto activo
De profunda vontade
Como em quentes noites
Quando o céu tem mais estrelas

Dispersam-se as ideias
Em puro deleite
Ficando apenas um querer mais
Com sabor a Saudade…

Fátima Porto
Texto registado e protegido IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

SOU MULHER E MISTÉRIO