terça-feira, 28 de maio de 2013

AMAMOS



Como te dispo,
Lentamente,
Com olhar calmo e tentador,
Descobrindo uma pele
Desnudada de pudores

Carícias que te percorrem,
Saboreadas,
Em arrepios,
De respiração descompassada

Em cada beijo uma vontade,
Nos afagos de nossos sentires,
E nos toques o ardor da paixão

Liberta-mo-nos,
Deseja-mo-nos,
Porque nos Amamos…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

SOU MULHER E MISTÉRIO