quinta-feira, 30 de maio de 2013

SENTIR O ABRAÇO




Quero sentir o abraço
Onde encoste a cabeça no ombro,
E o calor encher minh’alma
Vazia de palavras

Queria sentir um abraço
No silêncio do olhar,
Sem promessas ditas
Apenas no conforto tido

Sonhava sentir o ardor do teu abraço,
E por breves instantes,
Do corpo em meu enleio
Ledo e cego, meu coração ficaria

Como queria sentir
O calor do teu abraço…


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

RASAS E ESPINHOS