segunda-feira, 27 de maio de 2013

DEIXA-NOS




Deixa-me aninhar nos teus braços,
Envolver no teu colo,
E levemente acaricia-me o rosto
Pois olho para ti
Até nos tocarmos num beijo desejado

Deixa o teu cansaço
Pousar na minha calma,
Como um rio
Que corre com a brisa ligeira

Deixa-nos ser assim
Um sonho ou realidade,
Mas que nos faz ver por dentro,
Assim como olhas e sorris,
Sinto-me no teu olhar…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário