sábado, 25 de maio de 2013

VONTADES




Como desejava,
Ser a manhã que te desperta,
O sol que suavemente te acorda
Em doces carícias

Como desejava,
Estar nos dias, nas horas e minutos
Que por ti passam,
Pois é contigo que estou

Como desejava,
Ser a brisa que passa e te toca,
Num carinho e enlevo,
Com a dedicação de quem te ama

Como desejava,
Ser a fruta que degustas lentamente,
E que delicadamente sentes

E em pensamentos e sonhos
Nas minhas vontades, vivo emoções,
De serenamente enlaçados
Um sentir pleno e amado…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

QUANDO NOSSAS BOCAS SE UNIREM