sábado, 20 de agosto de 2011

BRANDAMENTE



Beija-me
Meigamente
Segundo fosse o acabo d’alvura
Com afago
Meiguice

Nossas bocas se fixam
Línguas tacteiam
Um bailado
Sôfrego
Calmo

Olhos nos olhos
Sem proferir
Diremos mais de mil promessas
Tenuemente
E mélico ….!

Sem comentários:

Enviar um comentário

FAZ FALTA OUVIR O CORAÇÃO