sábado, 13 de agosto de 2011

POSSUIR


Nossos corpos se envolvem
se contorcem
se enleiam d'amor
Línguas que bailam
beijos sofregos e doces
d'eterna sedução
Forte e meigo
é o desejo
de te ter em mim
doce enlevo
que te anseio cada vez mais
Tudo é tão sublime
que nossos corpos brilham
de cheiros saboreados
em perfeita comunhão

Sem comentários:

Enviar um comentário

RENDER-ME AO CASTIGO