quarta-feira, 10 de agosto de 2011

FOLHA



Folha caída
Em boca calada
Transparente
Que nada diz
Nas asas do vento
Caiu em mim
Folha dourada
Que não fala
Luzidia
Reluzente
Pousa suave
Nos lábios colados
Folha triste
Soprou o vento
Que nele voaste
Ficaste em mim
Na boca fechada …

Sem comentários:

Enviar um comentário

É NA PENUMBRA