segunda-feira, 8 de agosto de 2011

FAZ-ME SOLTAR


Ao puxares-me p’ra ti
Segurando na cintura
Sabes que vai explodir
Em nós
Esta inquietude imensa
De dois seres que vibram
Num olhar cego
Íntimo
Que me fazes soltar
De um grito vindo da alma
De um eterno sussurrar
Olhos semi-cerrados
Num contorcer de corpos
O gozo entre gemidos e ais
Soltou-se na entrega
Onde suores e odores
Se misturam no sabor
De beijos de enlace
À prostração do sentir bem
Soltámo-nos …..

Sem comentários:

Enviar um comentário

UTANHA WÁTUA!

Singela homenagem a Carlos Gouveia (Goia),conhecido poeta Angolano Benguelense Retirado do seu livro com Edição CONVIVIUM BENGUELA 1972 ...