sexta-feira, 12 de agosto de 2011

UMA NOITE


Triste e só
numa praia iluminada
p'la lua
olhei para o mar calmo
Meus olhos queriam-se perder
no horizonte
Céu sem estrelas
apenas brilhava a Lua
para mim
Quiz saber o que havia no fundo do mar
Com minha tristeza
e só
fui até ao mar
Senti-me como se fizesse parte dele
e mergulhei
Como por magia da Lua
do mar
ou da minha tristeza
tranformei-me numa sereia
tal qual as que cantam e encantam
Regressei
mas continuei sempre sereia
e sempre só...

Sem comentários:

Enviar um comentário

É NA PENUMBRA