sexta-feira, 12 de agosto de 2011

MAR SERENO


Que encanto o teu
de prazer e desejo
Neste mar tranquilo
de doçe enleio
sinto teu corpo vibrar
Como te quero
poder amar
amar até não existir
Não me chames de louca
só por te amar
por te querer
Ondas de prazer
incontidas
nos fazem amar
cada vez mais
Minha paixão
vamos viajar
neste mar de amar ...

Sem comentários:

Enviar um comentário

É NA PENUMBRA