quarta-feira, 7 de novembro de 2012

FANTASIA D'ALMA





Estendo um olhar
Na pele delicada
Que se atreve
Tocar-me mansamente

Desejo tua companhia
Mas minha boca cala
O que a mente sonha
Quero só para mim
Teu perfumado corpo

Apenas minh’alma fantasia
Pois os pensamentos divagam
E que ninguém veja
Pois estou a sonhar

Entusiasmos
Fazendo sentir o abraço
E perder – me no teu olhar
Enquanto o pensamento voa…

Fátima Porto
ATENÇÃO: Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

ESQUECER-ME DO TEMPO