quinta-feira, 29 de novembro de 2012

OLHA...





Olha, bem dentro dos meus olhos
E procura o meu coração

Olha, o espelho da minh’alma
É nossa vontade calada

Olha, o grito do desejo que abafado
É silenciado com um beijo

Olha, como sinto o calor d’um abraço
E descanso a cabeça no peito teu…


Fátima Porto
ATENÇÃO: Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

ESQUECER-ME DO TEMPO