segunda-feira, 24 de outubro de 2011

CHAVE NA MÃO


Trancados
Na mão
Tesouros, mistérios
Com fechaduras
Enferrujadas
Velhas
Com chave
Trocada
Encravada
Para não abrir
Descobrir
Segredos mantidos
Abafados
Até esquecidos
De um coração
Morto
E uma alma
Destruída


Poema editado no Jornal O REBATE de Macaé - Brasil

1 comentário: