sábado, 15 de outubro de 2011

DANÇA DE FOGO


Meu corpo
Ondula
Ao sabor de música
Da “dança do ventre”
Provocando
Excitando

Quero-te
Assim
Com desejo de me tocar
Suspirando fundo
Nessa ânsia louca

Ardor demente
Paixão agitada
De querer
E não ter

Bailemos
Corpos juntos
Em fogo
Sensual
Toda a vontade
De desejos
Em fantasias
Te querer.


Poema editado no Jornal O REBATE de Macaé – Brasil.

1 comentário:

UTANHA WÁTUA!

Singela homenagem a Carlos Gouveia (Goia),conhecido poeta Angolano Benguelense Retirado do seu livro com Edição CONVIVIUM BENGUELA 1972 ...