sábado, 22 de outubro de 2011

MELODIA MÁGICA


Enlaçados
No enlevo do instante
Seduzidos
A música continuava
Quando o baile
Já tinha acabado

Em passos lentos
Nossa melodia mágica
Inebriava a chuva
Como beijos serenos
Que dávamos

Os corpos
Aqueciam
O frio da roupa molhada
No prazer do tempo
Sem horas
Nem minutos
Do tempo passar


Poema editado no Jornal O REBATE de Macaé - Brasil

Sem comentários:

Enviar um comentário