quinta-feira, 6 de outubro de 2011

FOGO DE ALMA


Chama que aquece
Dás calor ao coração
Incendeias todo um ser
Fogo da alma
Iluminas o horizonte
Invades corpos
Mentes
Sentimentos
Pois superas defesas
A galope
No teu cavalo alado
Entre serras e planícies
Acalenta
Minha alma dorida
Que por ti espera
Cansada



Poema editado no Jornal O REBATE de Macaé - Brasil

Sem comentários:

Enviar um comentário

QUANDO NOSSAS BOCAS SE UNIREM