terça-feira, 18 de outubro de 2011

LIVRO/EMOÇÕES


Livro de tristezas
Emoções
Escrito ao rolar de lágrimas
Incontidas
Com letras de sangue
Uma alma ferida
De angústia
Envelhecida
Fechada, trancada

Risquei
Apaguei
Escrevi
Instantes alienados
Da minha existência

Ah que vontade
Suas páginas rasgar
Para sempre esquecer

Mas o odor da rosa
Se transforma em bálsamo
Na alma sofrida.

Poema editado no Jornal O REBATE de Macaé – Brasil

Sem comentários:

Enviar um comentário

PEDRAS DA CALÇADA