terça-feira, 6 de dezembro de 2011

(.....)



Ventos da minha alma
Que perfumam
Num abraço
O calor de uma flor
Vêem de mansinho
Sussurrar-me ao ouvido
Palavras caladas
Pelos olhos do coração…

Sem comentários:

Enviar um comentário

SOU ASSIM