sábado, 10 de dezembro de 2011

JUVENTUDE



Ah doce juventude
Que encanto tiveste
Na maciez dos sonhos
Como botão em flor
Que desperta para a vida
Em canteiros de amor

Ah risonha juventude
Onde o calor despontou
Em manhãs de sol
Despindo fragrâncias
Em brisas suaves

Ah juventude
Deixando sempre saudade
Não és como o mar
Que vai e torna a voltar…

Sem comentários:

Enviar um comentário

SOU ASSIM