sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

TAMBÉM SINTO




Aproxima-te
E rasga meu corpo
Dilacera sensações
Esventra minha alma

No sentir de teu gozo
De estável fulgor
As marcas são deixadas
Para meu desatino

À desmanda de quereres
Meus sentimentos não têm valor

2 comentários:

  1. SEUS SENTIMENTOS TEM SIM E MUITO VALOR, POIS TU OS COLOCA EM BELOS POEMAS DE AMOR QUE DEGUSTAMOS COM UM ENORME SABOREIO AO LERMOS, PELO MENOS EU SOU ASSIM LENDO-TE... MAGNÍFICO COMO SEMPRE...

    ResponderEliminar

RASAS E ESPINHOS