quarta-feira, 7 de setembro de 2011

BOTÃO DE ROSA


Ferida ainda
Em botão de rosa

Chuvas não regaram
Secou

Murchou para sempre
Trucidada

Esvaiu-se em sangue
Morreu

Sua alma em chagas
Desapareceu …

Sem comentários:

Enviar um comentário

DESCOBRIR-ME...