sábado, 3 de setembro de 2011

SONHANDO UM SONHO



Vontade querida
Sobre meu leito
Vigilante
Fantasiar

Por minha fresta
Invadires
E nos devaneios
Quedares

Corpos despidos
Nossos anseios
Desejos
Fusão de aromas
Gustação
Expandir-se

Um sopro tépido
Pela frincha
Contra meu corpo
Acordou
Meu devaneio …

Sem comentários:

Enviar um comentário

RASAS E ESPINHOS