quarta-feira, 14 de setembro de 2011

PÉTALAS VERMELHAS


Rosa fresca
Vermelha de sangue
Verdadeira
Delicada
Em meus lábios
Deixa bálsamo delirante

Beija
Com tal sabor
Sente perfume meu

Fecho os olhos
Pela fantasia
Voando
Sentido como vinho
De Baco
Fluindo …

Sem comentários:

Enviar um comentário

DESCOBRIR-ME...