sexta-feira, 16 de setembro de 2011

PEDAÇOS DE ESCRITA


Retrato
Com pena e tinta
Em papel puro
Pedaços
De vida toldada

Desamores
Ilusões
Lágrimas choradas
Em prantos secos
Escondidos

Existência vã
Magoada
Que faz rolar
Uma lágrima amargurada
Salpicando
Letras molhadas
Manchadas de tinta …

Sem comentários:

Enviar um comentário

É NA PENUMBRA