quinta-feira, 1 de setembro de 2011

CANTO À LUA



Meus cantos
São para ti
Perfeição sem par
Alteras
Génio de trovadores
Em perpétuos fantasistas

Cintilas teu luar
Conivente
Dos apaixonados
Mesmo passando tão distante
Encantas forças carentes

Clarões rugem no céu
Chuvadas
Trovoadas
Não afastam teu fascinar
Perduras bem no elevado
Seduzindo
Sonhadores e amantes ….

1 comentário:

  1. NO VAGAR DO VENTO SOBRE AS ONDAS ME PERCO EM PENSAMENTOS DE SAUDADES NA ESPERANÇA DO MEU AMOR ALÉM MAR SOLTO NO TEMPO, CHUVADAS, RELÂMPAGOS E TROVOADAS NÃO TIRARÁ-ME DO MEU POSTO DE ESPERA POR VOCÊ... Integração perfeito foto, poema e sentido... APLAUSOS MIL.

    ResponderEliminar

DESCOBRIR-ME...