quinta-feira, 29 de setembro de 2011

CORPO NU


Véu
Pois apenas
Meu corpo tapa
Vai descendo
Lentamente
Mostrando meu corpo nu

Desnudo
Corpo e alma
Em fantasias
Sonhos
Queres
E desejos

Meu corpo nu
Irradia devaneios
Transpondo
Perspectiva do presente
Superando
Obstáculo
Do destino

Apenas em véu
Meu corpo nu …

Poema editado no Jornal O REBATE de Macaé - Brasil

Sem comentários:

Enviar um comentário

SOU MULHER E MISTÉRIO