domingo, 18 de setembro de 2011

CASTELOS NO AR


Meus pensamentos
Desaparecem
Nas asas da fantasia
Surgindo
Castelos no ar

Lindos
De mil cores
Jade, rubis
Esmeraldas
Todos feitos assim
São preciosos
Para mim

De repente
Fiquei triste
Quis entrar nos meus castelos
Porém estava a acercar
Simplesmente
Desapareceram …


(Poema publicado no Jornal O REBATE de Macaé - Brasil)

Sem comentários:

Enviar um comentário

RENDER-ME AO CASTIGO