quinta-feira, 15 de setembro de 2011

OLHOS TAPADOS


Tapo os olhos
Vejo
O que a alma esconde

São lágrimas de um passado
Esquecido
Não morto

Relembrado
Abre feridas
Que doem
Não quero ver
Minhas angústias
Que teimam
A surgir

Mesmo assim
Tapo os olhos ….

Sem comentários:

Enviar um comentário

RENDER-ME AO CASTIGO