domingo, 18 de setembro de 2011

FLOR DA ALMA


Viçosa
Teu perfume
Alumia o espírito
De encanto
Doce enlear

Suave
De paixão
Fascínio louco
Apoderaste
Coração casto

Amor
Flor da alma
Semeada
Produz jardins
De anseio
Fogo ardente …


(poema publicado no Jornal O REBATE de Macaé - Brasil)

Sem comentários:

Enviar um comentário

É NA PENUMBRA