terça-feira, 20 de setembro de 2011

DEIXA-ME SENTIR


Desejo sentir
No afagar
Carícias
Beijos
Fazendo voar

Meiguices tuas
De um sonho
Inebriante
Bem nos olhos
Profundo

Deixa levar
Encantos teus
Prazeres loucos
Em nós saboreados …

(Poema editado no Jornal O REBATE de Macaé – Brasil)

Sem comentários:

Enviar um comentário

RENDER-ME AO CASTIGO